Artigos Sobre Acessórios e Materiais Sobre Filtração

Escova Filtrante

Neste artigos é explicado como funciona a escova filtrante, um tipo de mídia para filtros de lagos ornamentais artificiais ou de pedras naturais que podem ou não ter peixes.

Escova Filtrante - Tamanhos

A escova filtrante funciona em três etapas:

Primeira: elas prendem físicamente as partículas grandes em seus filamentos entrelaçados.

Segunda: os filamentos formam uma carga de eletricidade estática causada pelo fluxo de água, que “captura” todas as partículas menores que vem com o fluxo. Essas partículas ficam presas até que seja realizada a manutenção.

Terceira: depois de um tempo de uso, a superfície maciça se torna o lar de milhões de bactérias benéficas, que irão ajudar a purificar a água biológicamente.

Para obter melhores resultados da utilização de suas escovas, é importante considerar as funções que você deseja. Um sistema único e inter-travado de escovas é o melhor para remover a maior parte dos resíduos grosseiros.

Para cada sistema o método de entrada dá água na câmara terá um efeito sobre a eficiência das escovas. A água deve entrar na câmara em baixa velocidade, pois muita velocidade provoca turbulência e pode soltar resíduos capturados com sucesso.

escova filtrante - como mídia no filtro

Limpeza da Escova Filtrante:

Quando uma quantidade significativa de resíduos já está presa nas escovas, é necessária uma lavagem.

Caso exista um dreno na parte inferior da câmara das escovas pare o fluxo de água; drene a câmara completamente. Quando ela estiver vazia lave as escovas com baldes com a água do lago.

Quando cada escova filtrante estiver limpa, feche o dreno e reinicie a filtragem. Realizar a lavagem  dessa forma preserva a maioria das bactérias benéficas e remove resíduos em decomposição que podem alterar a qualidade da água.

A frequência de limpeza depende da relação entre o tamanho do filtro e do tanque e da quantidade de resto de plantas e poeira no lago. Caso o lago tenha peixes a qualidade da alimentação influenciará e também a carga do sistema (peso corporal dos peixes no lago).

A regra é simples: Quanto mais você fizer a limpeza, mais limpo seu lago será. Para um sistema de carga leve realizar a limpeza a cada três semanas em meses quentes pode ser suficiente. Em um sistema muito carregado pode ser necessário realizar a limpeza duas vezes por semana.

Obs.: Nunca utilizar água da rua clorada pois matará toda biologia constituida.

A Filtragem Biológica:

Quando a escova filtrante é usada para a filtragem biológica, a colônia biológica só estará em plena atividade após algumas semanas (seis ~ oito) após o  início do funcionamento do sistema. Depois desse tempo é importante que o sistema nunca fique desligado por mais de 4 horas (aproximadamente), caso contrário a côlônia de bactérias decairá por falta de oxigênio.

A Qualidade da Água:

A água deve ser testada semanalmente para assegurar que a amônia e o nitrito não cheguem a altos níveis. Se a leitura indicar um valor muito alto, é provável que o lago esteja super-povoado, ou seja, mais peixes que a capacidade de seu filtro permite. A única solução a curto prazo é aumentar o sistema de filtragem ou reduzir a lotação do lago.


""
1

Você tem alguma dúvida ou comentário? Preencha os campos abaixo e entramos em contato com você.

Dúvidas e Comentários
Mensagemdeixe sua dúvida ou comentário
0 /
Nomedigite seu nome completo
Previous
Next
FormCraft - WordPress form builder